A Artista

Sobre Sueli Dabus

Sueli Dabus é formada em Artes Plásticas pela Unesp de Bauru. Realizou inúmeras mostras nacionais e internacionais. Catalogada em importantes publicações de arte e anuários. Por seu reconhecido talento em uma trajetória artística de mais de 30 anos como pintora, Sueli Dabus ganhou projeção no cenário da arte nacional e internacional. Suas obras estão expostas em vários acervos oficiais e particulares.

Sobre Sueli Dabus

Sueli Dabus é formada em Artes Plásticas pela Unesp de Bauru. Realizou inúmeras mostras nacionais e internacionais. Catalogada em importantes publicações de arte e anuários. Por seu reconhecido talento em uma trajetória artística de mais de 30 anos como pintora, Sueli Dabus ganhou projeção no cenário da arte nacional e internacional. Suas obras estão expostas em vários acervos oficiais e particulares.

Curriculum

Nome
Sueli Maria Delai Dabus

Formação
Artes Plásticas – Unesp – Bauru/SP

  • Dicionário de Artes Plásticas do Brasil – Editora Júlio Louzada
  • Artes Plásticas Brasil 97 – Índice Consolidado – Maria Alice & Julio Louzada
  • Anuário de Artes Marco Markovitch – Paletas 2000 – Portal do Terceiro Milênio
  • Anuário Latino-Americano de Las Artes Plásticas – Correio Editorial
  • Anuário Luso-Brasileiro de Arte – Editora Universitária – Portugal
  • Museu da Assembléia Legislativa de São Paulo – Painel
  • Museu de Pomezzia – Itália
  • Museu de Arte do Esporte Olímpico – São Paulo/SP
  • Museu de Arte de Itápolis/SP
  • 2016 – Medalha de Bronze na Grande Exposição de Arte Bunkyo – São Paulo
  • 2011 – Menção Honrosa na Grande Exposição de Arte Bunkyo – São Paulo
  • 2008 – 3° Prêmio Bienal Internacional de Roma – Itália
  • 2006 – 1° Prêmio Bienal Internacional de Roma – Itália
  • 2005 – 3° Prêmio Bienal Internacional de Firenze – Itália
  • 1987 – Medalha de Ouro no XI Salão Primavera – Rio de Janeiro
  • 1987 – Medalha de Bronze – Santos/SP
  • 1987 – Paleta de Ouro no XXII Salão Feminino – Rio de Janeiro
  • 1987 – Prêmio Nacional – Salão Nacional de Artes Plásticas do Piauí – Teresina – PI
  • 1986 – Medalha – Paleta Internacional na Mostra de Arte Contemporânea – MAC – Taiwan – Formosa
  • 1986 – Paleta de Prata no “Brazilian Contemporary Art” em Tampa – Flórida – USA
  • 1986 – Paleta de Prata no XXII Salão Feminino – Rio de Janeiro
  • 1986 – Medalha de Prata – Salão de Maio – Rio de Janeiro – RJ
  • 1982 – Medalha de Bronze – III Salão Ofcial de Artes Plásticas – Academia Paulista de Belas Artes – SP
  • 2020 – Exposição “Florestas do Brasil” – Pinacoteca de Bauru – Bauru/SP
  • 2019 – Exposição “Florestas do Brasil” – Galeria Caribé – São Paulo/SP
  • 2018 – Exposição “A arte e o Mundo”- Casa Portoro – São Paulo/SP
  • 2017 – Exposição “Cinema e Música” – Alameda Quality Center – Bauru/SP
  • 2016 – Exposição “Sinfonia das Cores” – Espacio Uruguay – Banco República – Banco de La Republica Oriental Del Uruguay – São Paulo/SP
  • 2014 – Exposição sobre Rio Batalha – “Da Nascente à Foz” – Atelier Sueli Dabus – Bauru/SP
  • 2013 – Exposição Bunkyo – 7ª edição
  • 2012 – Exposição Viagens, Sons e Cores – Galeria de Arte Marcelo Neves – São Paulo/SP
  • 2012 – Exposição Sons e Abstrações – Atelier Sueli Dabus – Bauru/SP
  • 2011 – Universidade Estadual Paulista – Reitoria Unesp – São Paulo/SP
  • 2011 – Casa Matriz do Banco de La Província – La Plata – Buenos Aires – Argentina
  • 2010 – Foro de las ciências y las artes – Buenos Aires – Argentina
  • 2010 – Galeria de Arte Marcelo Neves, São Paulo/SP
  • 2010 – Fundação San Rafael – Buenos Aires – Argentina
  • 2009 – Circolo Italiano – São Paulo/SP
  • 2008 – Exposição “Kô-Ryu – Amizade e Integração” – 100 anos de Imigração Japonesa – Bauru/SP
  • 2006 – Galeria Zanon – Roma – Itália

Curriculum

Nome
Sueli Maria Delai Dabus

Formação
Artes Plásticas – Unesp – Bauru/SP

  • Dicionário de Artes Plásticas do Brasil – Editora Júlio Louzada
  • Artes Plásticas Brasil 97 – Índice Consolidado – Maria Alice & Julio Louzada
  • Anuário de Artes Marco Markovitch – Paletas 2000 – Portal do Terceiro Milênio
  • Anuário Latino-Americano de Las Artes Plásticas – Correio Editorial
  • Anuário Luso-Brasileiro de Arte – Editora Universitária – Portugal
  • Museu da Assembléia Legislativa de São Paulo – Painel
  • Museu de Pomezzia – Itália
  • Museu de Arte do Esporte Olímpico – São Paulo/SP
  • Museu de Arte de Itápolis/SP
  • 2016 – Medalha de Bronze na Grande Exposição de Arte Bunkyo – São Paulo
  • 2011 – Menção Honrosa na Grande Exposição de Arte Bunkyo – São Paulo
  • 2008 – 3° Prêmio Bienal Internacional de Roma – Itália
  • 2006 – 1° Prêmio Bienal Internacional de Roma – Itália
  • 2005 – 3° Prêmio Bienal Internacional de Firenze – Itália
  • 1987 – Medalha de Ouro no XI Salão Primavera – Rio de Janeiro
  • 1987 – Medalha de Bronze – Santos/SP
  • 1987 – Paleta de Ouro no XXII Salão Feminino – Rio de Janeiro
  • 1987 – Prêmio Nacional – Salão Nacional de Artes Plásticas do Piauí – Teresina – PI
  • 1986 – Medalha – Paleta Internacional na Mostra de Arte Contemporânea – MAC – Taiwan – Formosa
  • 1986 – Paleta de Prata no “Brazilian Contemporary Art” em Tampa – Flórida – USA
  • 1986 – Paleta de Prata no XXII Salão Feminino – Rio de Janeiro
  • 1986 – Medalha de Prata – Salão de Maio – Rio de Janeiro – RJ
  • 1982 – Medalha de Bronze – III Salão Ofcial de Artes Plásticas – Academia Paulista de Belas Artes – SP
  • 2020 – Exposição “Florestas do Brasil” – Pinacoteca de Bauru – Bauru/SP
  • 2019 – Exposição “Florestas do Brasil” – Galeria Caribé – São Paulo/SP
  • 2018 – Exposição “A arte e o Mundo”- Casa Portoro – São Paulo/SP
  • 2017 – Exposição “Cinema e Música” – Alameda Quality Center – Bauru/SP
  • 2016 – Exposição “Sinfonia das Cores” – Espacio Uruguay – Banco República – Banco de La Republica Oriental Del Uruguay – São Paulo/SP
  • 2014 – Exposição sobre Rio Batalha – “Da Nascente à Foz” – Atelier Sueli Dabus – Bauru/SP
  • 2013 – Exposição Bunkyo – 7ª edição
  • 2012 – Exposição Viagens, Sons e Cores – Galeria de Arte Marcelo Neves – São Paulo/SP
  • 2012 – Exposição Sons e Abstrações – Atelier Sueli Dabus – Bauru/SP
  • 2011 – Universidade Estadual Paulista – Reitoria Unesp – São Paulo/SP
  • 2011 – Casa Matriz do Banco de La Província – La Plata – Buenos Aires – Argentina
  • 2010 – Foro de las ciências y las artes – Buenos Aires – Argentina
  • 2010 – Galeria de Arte Marcelo Neves, São Paulo/SP
  • 2010 – Fundação San Rafael – Buenos Aires – Argentina
  • 2009 – Circolo Italiano – São Paulo/SP
  • 2008 – Exposição “Kô-Ryu – Amizade e Integração” – 100 anos de Imigração Japonesa – Bauru/SP
  • 2006 – Galeria Zanon – Roma – Itália

Críticas

Críticas

Trajetória da artista

2010 – 2020

 

Abstracionismo

O Abstracionismo é um movimento artístico em que a representação da realidade é feita de maneira desconstruída, com o uso de cores, linhas e formas abstratas. O conceito foi consolidado no início do século XX, quando ocorre a ruptura de uma vez com toda e qualquer referência concreta.

 

Figurativo Contemporâneo

O Figurativo Contemporâneo busca tratar a figura e os referenciais concretos do mundo tal qual os conhecemos de uma maneira não acadêmica. Trata-se de uma expressão visual menos realista. Elementos impressionistas, expressionistas e abstratos se fazem presentes. A imagem não abdica da referência real, mas a trata de forma moderna em termos de traços, formas e cores.

Anos 2000

 

Realismo

O Realismo fundou uma escola artística que surgiu no século XIX em reação ao romantismo e se desenvolveu baseada na observação da realidade, na razão e na ciência. O belo e o ideal são substituídos pelo real e pelo objetivo, numa arte mais próxima dos referenciais concretos.

Anos 90

 

Expressionismo

O Expressionismo foi um movimento artístico de vanguarda em oposição ao impressionismo francês. A ideia do expressionismo, naquele momento e ainda hoje, era da arte caracterizada por imagens pautadas pelo emocional e visceral. As cores e as formas não correspondem à realidade direta de Monet, da natureza etérea ilustrada pelo artista.

Anos 80

 

Impressionismo

O impressionismo é uma corrente artística que surgiu no século XIX. De modo geral, é utilizada para os artistas que criam imagens de acordo com a impressão que a luz produz no seu ponto de vista, não segundo uma suposta realidade objetiva.

Anos 70

 

Arte Acadêmica

Os termos academicismo e academismo, ou ainda, Arte Acadêmica, denominam um estilo artístico europeu que existiu entre os séculos 17 e 19 caracterizado pela tentativa de manter com rigor as regras formais, estéticas e técnicas do estilo das academias de arte. Modernamente, é utilizado para os trabalhos que buscam seguir normas mais rígidas, geralmente realistas de composição luz e cor.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart